quarta-feira, 31 de março de 2010

Anos 70!






Hoje acordei nostálgica...E olhando algumas fotos, mergulhei nas lembranças adolescentes dos anos 70. Adoro os anos 70!

Comecei a me lembrar do que eu fazia, dos amigos, das coisas que eu via na TV...
Não dá pra colocar tudo aqui, mas algumas imagens eu trouxe pra vocês!

A primeira lembrança...Claro só podia ser:


Meu amor de ontem , de hoje e de sempre!

Lembrei também que foi na déc. de 70 que o nosso Maestro começou a trabalhar com RC





Meu amor no aeroporto...


E em um show na VW em SP... Eu já queria saber quais histórias existiam debaixo destes caracóis, rsrsrs


Comecei a lembrar dos filmes que marcaram essa época
( não pude ver a maioria, por causa da censura doméstica, afinal,
eu era praticamente uma criança!)




O Beijo no Asfalto


Lúcio Flávio, Passageiro da Agonia,


Ana Terra,


Dona Flor e seus Dois Maridos,


Aeroporto 75 (Lembram da música?)


O Último Tango em Paris ( era tão proibido que não vi até hoje... )


Laranja Mecânica ( um dos proibidos por causa da violência , mas que eu assisti mesmo assim e que me causou pesadelos por uns bons tempos)


O Exorcista (também proibido, também assistido, também provocou pesadelos , muitos pesadelos!)


Os Embalos de Sábado a Noite ( permitidíssimo e assistidíssimo, nem lembro quantas vezes!)


E se as discotecas eram a febre, o Studio 54 , em NY, era o sonho de consumo de uma geração!


Nas hit parades estavam o ABBA ( Dancin Queen, Fernando, Knowing me Knowing You),


os Bee Gees (quem nunca dançou "junto"embalado por eles, que atire a primeira pedra!)


o Village People (todo mundo dançando a mesma corografia, até quem não era gay!)




Nas discotecas daqui, naquela era pré-dj, a gente comprava os bolachões que eram tocados nas boatinhas domingueiras para gravar em gravadores como este, mas para isso era preciso fazer muito silêncio, porque


as vitrolas e os gravadores não eram interligados ( eu tinha uma vitrola Sonatinha portátil laranjada. O máximo!) e qualquer som do ambiente era gravado junto com a música ...


As fitas cassete eram um acessório importantíssimo nos carros bacanas, que tinham rádio FM e toca fita , e um namorado com um carro desses, era tudo que as meninas queriam pra matar as amigas de inveja quando ele fosse pegar na saída da escola


Meu irmão, que era um super gato, tinha um Corcel GTI branco com listras pretas , buzina FIAM , farol de milha, rádio FM e toca fitas estéreo, escapamento levemente aberto e era rebaixado 1 volta. Simplesmente The Best!


Minhas amigas achavam que se além de tudo o namorado fosse assim um Fábio Júnior, melhor ainda!


ou um Pedrinho Aguinaga ( "O fino que satisfaz", Chanceller)


ou um Riccelli!


Ah, como elas queriam estar no lugar da Lídia Brondi ou da Glória Pires...


Eu nunca quis nenhum destes...Sempre quis apenas um...Pra andar a pé ou de calhambeque, rs...O único ~para mim era e é Roberto Carlos!


e Sônia Braga arrasou como a Júlia da novela Dancing Days, escrita por Aguinaldo Silva, que disse em uma entrevista que pensava ter escrito uma história sobre a rivalidade de duas irmãs, mas na realidade a história era sobre uma moça que usava meia soquete de lurex com sandálias!Mt chic! rsrsrs


moda seguida rigorosamente por 10 entre 10 mulheres de todas as idades, eu usei muuuuiiitoooo!!!!


A moda dos anos 70 foi tão incrivelmente forte, que até hoje inspira estilistas


todas as meninas queriam ser Olívia Newton John ,


e todos os meninos queriam namorar a Rose di Primo!


Todas as mães queriam ser lindas e chiques como a Tônia Carrero,eu a conheciquando eu era criança...Nunca tinha visto uma mulher tão linda!


ou lindas e meigas como a Regina Duarte,(na verdade eu queria ser filha dela, eu a amava!rsrsrs)


e suspiravam pelo Antônio Fagundes, que nem pensava em ser Carga Pesada...Eu também suspirava e suspiro até hoje, é lindoooo, rs!!!


e nós queríamos que nossas mães fossem como As Panteras


e nossos pais como o Homem de 6 milhões de dólares


e nossas mães morriam de medo que a gente ficasse que nem a Cristiane F.,
por isso davam o livro pra gente ler e faziam longos sermões, elas estavam cerrrtas!


Lembra dos Secos e Molhados?Que delícia vê-los no palco, que loucura!!!


e da Maria Alcina?


e da Sandra Bréa?


e das Frenéticas?


Lembro de uma capa da Manchete com uma foto da Rita Lee, que estava "estourando"nas paradas!!!


enquanto Caetano e seus amigos curtiam London, London no exílio(atrocidade cometida contra idealistas), e a gente morrendo de saudades!


pós -Tropicália com Gal, Bethânia, Gil e outros


A Gal era magrinha


e a Beth Carvalho também


Marieta e Chico eram casados


a Baby que era Consuelo, achou que era um Rá


Marina na era pré-chapinha, estava em todas as paradas!


Simone com cabelo que inspirou o Chitãozinho e Xororó rs, cantora maravilhosa!


A Elba ainda tinha os cabelos naturais...Tava novinha como todos nós!


e a Renata Sorrah era a Heleninha bebinha, rs


Dina Sfat morreu cedo demais


e a Vera Fisher era a Miss Brasil que não sabia interpretar
mas era tão linda que não precisava...


Como também era linda a Maytê Proença



Ainda bem que tinha máquina fotográfica para registrar tudo isso! A mais moderna da época, tirando a Polaroid que era carésima e para poucos, era a Kodak Instamatic com flash embutido. Sim, houve uma época em que o flash não era embutido, e a gente comprava os cubinhos separados, e a cada vez que se usava, o cubinho girava. 4 giradas e era só jogar fora e colocar outro.
Lembra?


Pois é... Para os que lembram..Que delícia que foi né? Não tínhamos celular, nem internet...Não sei como sobrevivíamos...Mas erámos absolutamente felizes, rsrsrs

O Natal demoooorava a chegar, as mães cozinhavam pra gente e no domingo era uma festa vestir a roupa nova pra ir à igreja.

Claro , o mundo passava por grandes transformações, o Brasil estava na era da ditadura, DURA mesmo! Mas eu era apenas uma criança, uma pré adolescente que despontava para a vida achando tudo muito colorido...É , as crianças daquela época eram mais inocentes, menos antenadas, rs

Uma barato! Paz e Amor bicho!!!Só assim a vida vale pena!





Beijos azuisss...Nostálgicos!


10 comentários:

Carmen Augusta disse...

Oi afilhada!

Quanta saudade!

Mas se você era reprimida, imagina eu...Não vi nenhum desses filmes que você viu de teimosa...
E eu já tinha os 18...
Nem tinha máquima fotográfica.

Você morava em BH e eu no interiorzão de S.P.
Nem TV tinha.Meu pai foi o precursor da TV lá em Franca,foi ele que instalou as antenas.Tenho uma foto, que ele está lá em cima, numa altura...
Quando saímos de lá para Santos, as imagens estavam chegando e ruins...

Adorei o vídeo.Como gosto de Aquarius, música linda.

Parabéns afilhada querida!
Amei tudo.

Beijos,
Carmen Augusta

Anônimo disse...

Mãe mas que legal, ós você mesmo Você arrasa!

Beijos

Bela

Anônimo disse...

Amiga, viajei! kkkkkk que barato! Você é the best garota!
Bjkas

Alicinha

Rosangela Amorim disse...

>>> Amiga <<<

Sem palavras...
É de emocionar!!
Época boa que não volta mais!
Beijos!!!

Rosangela Amorim / BH

Derbson Frota disse...

Irmãzinha Con, apesar de não ter vivido esses anos áureos, sempre gostei de ler matérias desse tipo! Muito bom mesmo, essas fotos e fatos...

Derbson Frota
Tianguá CE

Bottary disse...

Ola! Amiga Con,
De repente visito o perfil da Mazé e me deparo com este blog.
Que bacana! Gostei por demais!
Vc foi sensacional nesta matéria.
Quanto ao último tango em paris, morri de rir de vc que não assistiu até hoje.

A música do filme aeroporto, não me lembro mais.

Dancei muito os embalos de sábado a noite, assim como dancei também junto, mas morrendo de vergonha. rsrs

No mais agradeço a viagem que me proporcionastes.

Obrigado,
Bottary

Bottary disse...

Amiga Con,
Estou vendo o vídeo e estou maravilhado com os shows.
Tem um show do Road Stewart com Amy Belle que pra mim é sensacional o dueto, ainda mais brilho colocado pela musicista do sax que toca encantadoramente.
Muito, mas muito obrigado mesmo por este trabalho.
Vou visitar sempre que puder este blog. Sensacional!

Mária Santos Neves disse...

Faz tempo qe foi feito esse post, muito bom...Mas não posso deixar de dizer que Gilberto Braga é que foi o autor de Dancin Days, uma das melhores novelas de todos os tempos.
Abçs.

BETTO disse...

Nossa que lindo tudo isso que voce postou simplesmente maravilhoso, cada palavra,cada imagem ,parecia que eu estava revivendo todos aqueles momentos, meus olhos se encheram de lágrimas por saber que os belos e maravilhosos momentos se foram e só ficou a saudade, hoje com tudo isso em que se transformou o mundo não é e nunca vai ser tão lindo quanto o nosso tempo, meu nome é Alberto tenho 45 anos , Parabéns mesmo pelo trabalho de nos proporcionar o prazer de pelo ao menos com toda essa tecnologia nos fazer relembrar uma época em que éramos todos jovens,,beijos

Francorebel disse...

Adorei o post, mesmo que algumas imagens não sejam exatamente dos anos 70.

Seguindo!

F.